3.6.15

Nem 8, nem 80

Fico triste quando vejo um rapaz que provavelmente é espectacular e uma pessoa maravilhosa, a lamentar-se e a rebaixar-se por causa de uma rapariga que pelos vistos não lhe liga nenhuma. Nem 8, nem 80. Tem que haver um meio termo, um lutar e um não exagerar. Acho muito bem que ele faça tweets para a sua donzela e aliás, o Twitter é dele, ele escreve o que quiser. Mas dá-me uma tristeza enorme ver que ele se rebaixa ao ponto de deixar de se amar a ele próprio. Tem de haver um equilíbrio e às vezes só me dá vontade de lhe escrever e dizer-lhe que ele é bom o suficiente.

16 comentários:

  1. É horrível quando isso acontece :)

    ResponderExcluir
  2. Os mais interessante na maioria de casos assim é que são pedaços de tentação, e é um desperdício andarem-se a matar por quem nem quer saber xD

    ResponderExcluir
  3. Já passei por uma fase parecida (não tão óbvia quanto isso) em que fazia de TUDO pela pessoa para agora nem se lembrar de mim... Mas pronto, o amor tira-nos o lado racional!
    R: Vê Friends, vale mesmo mesmo mesmo a pena :)

    ResponderExcluir
  4. é mesmo! eu estou a ver isso no meu primo e é muito triste... a besta da mulher dele faz dele o que quer...

    ResponderExcluir
  5. antes de tudo e de todos está ele próprio ;)

    ResponderExcluir
  6. Na adolescência passei por uma fase parecida, felizmente consegui ver que eu era mais importante. De certeza que essa pessoa um dia irá perceber isso, esperemos é que não tarde demais :)

    ResponderExcluir
  7. A cima de tudo é preciso amor próprio

    ResponderExcluir
  8. Eu acho que, normalmente, os rapazes são mais de extremos do que nós! Ou têm muita confiança ou nenhuma.

    ResponderExcluir
  9. É complicado e eu também não gosto de ver assim as pessoas , já fui um bocado assim , felizmente aprendi e cresci !

    ResponderExcluir
  10. há raparigas que se rebaixam muito pelos rapazes mas porra, quando os rapazes se rebaixam, quase chegam ao núcleo da terra :/

    r: o adam é que se vai lembrar de mim muahahah
    eu morro a rir com ela xD

    ResponderExcluir
  11. Esse equilibrio também tem de partir dele. Pessoalmente - mesmo que seja mázinha - não suporto posts deprimentes uns atrás dos outros... Uma coisa é um desabafo de vez em quado, uma vez por outra... outra completamente diferente são as publicações - seja no Twitter, no facebook... - com frases deprimentes e "eu sou a pior coisa do mundo" de cinco em cinco minutos... Acho sempre que é para chamar à atenção e não tenho paciência! O amor e a paixão pode toldar-nos a racionalidade mas é preciso ter bom senso também! :)

    ResponderExcluir
  12. Cá está a minha participação de Dia 4: http://iamtheluckythirteen.blogspot.pt/2015/06/desafio-blogger-summer-challenge-dia-4.html :)

    ResponderExcluir
  13. Tenho um rapaz no meu coro que é assim, dá mesmo pena e revolta! Deviam de se valorizar!

    ResponderExcluir
  14. Fizeste-me lembrar no passado..
    O Twitter.. O Twitter, bem ainda escrevo por lá algo, mas enfim. Não há ninguém a vista xD

    ResponderExcluir
  15. Falta amor próprio e colocar-se em primeiro lugar

    ResponderExcluir