21.2.15

Ryan

Hoje falo-vos de uma pessoa que me deu tudo e que deixou que a minha risada fosse levada pelas suas piadas. Vamos chamo-lo de Ryan -  é o nome que secretamente lhe chamo mas que ele não sabe.
Sempre que imagino na minha mente a carinha linda dele, eu sorrio, ainda que não me apeteça, ainda que tenha todas as razões para não esboçar um sorriso, apenas a sensação de calor que ele me transmite, faz-me ficar humm, feliz novamente.  Quando falo dele a pessoas que não o conhecem descrevo-o de uma maneira tão presente -  ainda que já não o veja há mais de 2 anos - e tão viva. Porque se há alguém que esteja vivo neste mundo, esse alguém é ele. E neste tipo de conversas em que o descrevo e digo tudo aquilo que ele foi e continua a ser para mim. Surge sempre a mesma pergunta “Mas tu gostas dele?" Claro que gosto o que há para não gostar de um rapaz que trás o melhor de mim ao de cima?  E aqui deixo a minha principal conclusão: Eu amo-o, ainda que não seja amor. Eu amo-o, pois tanta amizade faz-me chegar à conclusão 
que talvez criei outro estado da amizade nunca antes sentido. E se isto é amor? Não. 
Isto é apenas o verdadeiro significado da palavra: amizade.

24 comentários:

  1. sei o que isso é :) é das melhores 'coisas' que temos na vida*

    ResponderExcluir
  2. Das melhores coisas que temos! Amigos de verdadeiros!
    Beijinhos:-)

    http://princesamae.blogspot.pt/

    ResponderExcluir
  3. são amizades assim que são para a vida!

    ResponderExcluir
  4. E isso é tão bom (: São essas pessoas que levamos para a vida!

    ResponderExcluir
  5. Respostas
    1. Por acaso não é o N, nunca tinha falado do Ryan cá no blog!

      Excluir
    2. Ah ok desculpa, pensei que fosse, a história lembrou me a dele :)

      Excluir
  6. Ate podia ser amor ahah ou até podia se estar a tornar isso. Mas ja teres um amiamigo como esse ja é muito bom. Felicidades para os dois. 😄

    ResponderExcluir
  7. r: uma delas é escolher um tema actual (ou algo do género) e dar a opinião pessoal sobre esse assunto, e a outra é escolher um filme que tenha visto, fazer uma breve sinopse e avaliar de 0 a 5 :)

    ResponderExcluir
  8. r: oh, não te preocupes com isso, não faz mal :) hei-de arranjar cobaias ahah

    ResponderExcluir
  9. Adoro, é realmente uma boa história de amizade e hoje em dia já há poucas assim!

    ResponderExcluir
  10. My dear Olívia,
    Sabes porque é que o Jota desativou os comentário anónimos?
    Gostava mesmo de lhe perguntar uma coisa, mas não tendo conta vejo me de mão atadas :c

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Se quiseres podes perguntar por aqui que eu depois digo-lhe para passar por aqui!

      Excluir
    2. Okay muito obrigado Olívia

      Excluir
    3. No outro dia estava a falar com um amigo meu que vive na Suiça e acho ele me falou de ti :o
      Tu por acaso conheces um rapaz chamado Diogo que também é português?

      Excluir
    4. Olá anónimo!

      Bem, sinceramente não sei. Conheço alguns Diogo's, mas não me dou realmente bem com nenhum aqui na Suiça. Se ele conhecer bem o Jota de que falou, então não serei eu com toda a certeza. Se me "conhecer" apenas, é possível :b

      Excluir
  11. Uiui, o teu cantinho está giro :) Que lindoooooo, e que seja sempre assim meu amor :)

    ResponderExcluir
  12. Tenho um rapaz, chama-se Bernardo. que é um amor de pessoa. Pelo menos criei um carinho especial por ele. Sei que talvez ele não pense o mesmo de mim, mas aquele rapaz ajudou-me muito no básico, quando não tinha amigos nenhuns. O engraçado é que ele é um rapaz super popular, conhece meio mundo e não se importou de me estender a mão e a fazer-me sorrir todos os dias - sentavamos-nos na mesma carteira e até no intervalo eramos inseparaveis. Por isso, compreendo o que queres dizer.

    ResponderExcluir
  13. É tão bom sentirmos estes sentimentos, seja amizade ou seja amor o que nos faz sentir felizes é para manter :)

    Um beijinho,
    http://thedailydreamergirl.blogspot.com/

    ResponderExcluir