23.11.14

O que mudou num ano (3)

Novas amigas.
Duas amigas que nunca na vida pensei que se tornassem tão importantes como são agora. Tiram-me da lama sem perceberem, fazem-me rir à toa quando o que mais quero é chorar, dizem coisas parvas sem medo nenhum e ensinam-me a fazê-lo também. São duas idiotas que eu aprendi a adorar do fundo do coração. E a rir, ali estamos nós as três a fazer a única coisa que sabemos fazer: rir.

21.11.14

Perguntas e respostas

Lembram-se das perguntas que me fizeram neste post? Já foi há algum tempo eu sei. Mas senti que este era o momento indicado para responder a eles. Cliquem no ler mais.

18.11.14

Procura-se

Na verdade, não sei porquê que estou a escrever este post. Ultimamente ando sem rumo, sem razão de ser. Ando assim, perdida e à deriva. Pensei que aqui voltar fosse ajudar a ressuscitar a antiga Olívia, mas não ajudou. Ando à procura dela, se a virem digam-lhe para voltar.